. . . Como escolher o sexo do bebê? - Sou Mãe! E Agora?

Como escolher o sexo do bebê?

Uma vez estava esperando por uma consulta médica quando fui abordada pela mãe de um casal. Ao ver que eu era mãe da Júlia, veio logo com a pergunta clássica: se no segundo eu queria um menino. Bem, a maioria de nós quer experimentar o que é ser mãe de um menino e ser mãe de uma menina. Imagino que as duas maternidades devem ter coisas muito diferentes e com interessantes maneiras de ver a vida. Logo em seguida ela começou a me contar algumas técnicas que usou para ajudar a determinar o sexo do bebê. Achei super interessante e resolvi pesquisar mais a respeito.

Vale salientar que essas técnicas não vão garantir a escolha do sexo do bebê, são apenas estudos feitos por observação e experiências. Uma delas é do ginecologista e obstetra do Hospital Israelita Albert Einstein, José Bento de Souza, que esclarece: “É claro que não é uma ciência exata e sim uma predisposição. Mas existe sim uma relação clínica, apontando chances de acerto de 80% a 85%”. De qualquer forma não custa tentar não é mesmo?

- Ovulação: o espermatozóide masculino é mais rápido, mas em compensação sobrevive menos tempo do que o feminino, por isso ter relação no dia da ovulação aumentariam as chances de ser menino. É difícil saber o dia exato da ovulação. Geralmente acontece no 14° dia após o início da menstruação, mas pode variar por diversos fatores. Entretanto você pode observar alguns sinais que o corpo dá. O primeiro é que quando a mulher está prestes a ovular ela pode sentir leves dores nas laterais do abdomen e a secreção vaginal fica com tom esbranquiçado e mais pegajosa. O segundo sinal é o aumento da temperatura corporal basal (ao acordar após 7 horas de sono). Anote sua temperatura desde o 1° dia do ciclo. No dia da ovulação ela geralmente sobe de 0,5 a 1° C. Ou a mulher pode medir o nível do hormônio luteinizante (LH) na urina. Os kits são vendidos em farmácias e o pico desse hormônio indica a ovulação.

Posição e penetração: estudos mostram que se a intenção é engravidar de um menino, o homem deve ficar por cima da mulher em conjunto com uma penetração profunda, vai colocar o esperma de frente para o colo uterino favorecendo os espermatozóides com carga ganética masculina que são mais rápidos. Já se a ideia é engravidar de uma menina, as chances podem aumentar se o homem ficar por trás da mulher e não deve penetrar profundamente, assim os gametas masculinas irão morrer e os femininos resistem até chegar ao óvulo.

- Orgasmo feminino: Durante o orgasmo, a mulher libera uma secreção mais alcalina. Este meio é preferido dos espermatozóides masculinos, pois se locomovem com mais facilidade. Por este motivo, se a intenção é ter um menino, a mulher deve ter um orgasmo antes do parceiro. Caso queira uma menina é só inverter ou evitar ter orgasmo na relação.

- Alimentação: Ainda não há estudos que relacionem as duas coisas, mas segundo o Dr José Bento, uma dieta hipercalórica (carboidratos e doces) uma semana antes da relação deixa o corpo mais ácido o que facilitaria ter uma menina. Já para se ter um menino, o ideal é uma dieta hipocalórica (cortando doces e abusando das saladas) que deixa o corpo mais alcalino.

Imagens daqui

Comentários

comentários

Comments

  1. Eu tenho uma menina de 2 anos e não pretendo ter mais. Caso mudasse de ideia ia querer outra menina!

    Beijão.
    @_maejestade

  2. Bem, ainda não sou mãe, mas pretendo engravidar esse ano.
    Costumo dizer que se engravidar de um menino irei agradecer mto a Deus, mas se for uma MENINA irei agradecer à Deus de joelhos!!!!! rsrsr é claro que minhas palavras são força de expressão, mas sempre sonhei em ser mãe de uma menina e mesmo sendo o primeiro estou pesquisando todos os métodos para que meu sonho se torne realidade.

    Se não der certo, tenho certeza de que irei amar d+ meu menininho tb.
    Adorei as informações e o site, parabéns Bárbara!

  3. Rsrsrsrsr…é vamos tentar né?? rsrsrsrs

Speak Your Mind

*

This site is using OpenAvatar based on